terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Retrô desta que vos escreve....

Em Janeiro um positivo! Bem nos primeiros dias do ano....Uma ida a farmácia, uma vergonha pra comprar o "teste de farmácia", um xixi no palito, e zás! Grávida!!!!!!
Janeiro

Em Fevereiro, enjoos. Mais enjoos. Vômitos. Mais vômitos! Um mundo que girava fora de órbita desde meu levantar da cama! Gente o que era aquilo?
Fevereiro

Em Março, bem no carnaval, um dia pra descontrair entre os irmãos das igrejas do nosso ministério. Eu certa de que todo mundo ia notar meu barrigão...Doce ilusão!!! O barrigão não tinha dado as caras, e quase ninguém reparou na "barriga". Só mesmo quem sabia!!!
Março

Em Abril, Páscoa e adivinha? Bebê deu a primeira mexidinha que podia ser sentida por quem colocava a mão na barriga. Papai foi o primeirão a sentir.

Abril
Maio veio, e com ele meu primeiro presente do dia das mães, níver do papai como papai!! E primeiro níver do primo Biscoitinho. Eu, com uma barriga linda de viver!!! Óinnnnn!!! Viva o segundo trimestre!!!!

Maio


Junho trouxe um susto. Um tombo na escada. Nada grave, uns hematomas, uma ida ao P.S e um machucado que virou calombinho na perna que até hoje não sarou! Mas graças a essa batida na perna consegui não desabar de barriga no chão!! Então tá!!
Junho

Julho veio e trouxe o começo do terceiro trimestre, os inchaços e alguns desconfortos mais. O enxoval crescia a cada dia. Uma viagem de fim de semana marcou o início do fim da gestação. Eram 30 semanas. Nossa última viagem de casal. Andei tanto, fiz tanta caminhada, que fiquei com medo de parir ali no meio do mato mesmo. Também teve o chá de bebê, que foi muito divertido e bebezico ganhou coisas lindas e úteis.
Julho

Agosto trouxe um afastamento do trabalho, mamãe já pesada e ansiosa. Ficar em casa era um pouco pior pra ansiedade, mas com certeza me fez um bem enorme pro corpo. Descansar era preciso. E bebê remexia tanto, que eu tinha certeza que ele dançava o samba do crioulo doido em nível master!
Agosto








Em Setembro veio a Primavera e com ela chegou meu amor maior. Nasceu meu filhote. Lindo, forte, saudável, bochechudo e encheu nossas vidas de sol!
Setembro

10 Setembro 2011

Outubro como era de se esperar eu mal vi passar. Eram tantas emoções, tanto cansaço, tantas descobertas que ficou difícil ver os dias passando. E ainda teve mudança e casa nova bem nos últimos dias de outubro.
Outubro







Novembro mamãe aqui aniversariou. E as coisas começaram a voltar aos eixos. Novas rotinas, ainda que muito doidas foram estabelecidas. O sono do bebê melhorou, a choradeira da mamãe diminuiu, enfim...calmaria!!

Novembro

Dezembro chegou! Loucura de final de ano já tradicional, bebê crescendo forte e saudável! A vida seguindo e entrando nos trilhos, e aqui estamos nós! Prontos pra mais um ano cheio de vitórias! 
Lutas temos todos os dias. Dificuldades também! Fazemos escolhas, erramos e acertamos. Choramos. Enfiamos os pés pelas mãos, mas tudo faz parte da vida!!! Neste ano, vivi a gravidez de ponta a pavio. Quase nada foi feito que não envolvesse minha gestação. E eu fiquei muito feliz de ter sido assim! 

Dezembro

E para você que esteve o ano todo aqui comigo, ou pra você que chegou agora, eu desejo um 2012 super abençoado! Que seja feliz todos os dias, que as dificuldades batam em retirada de suas vidas e dê lugar a um mundo de felicidade!!! E claro, que continuemos juntos!!!! 

FELIZ ANO DE 2012 !!!!!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

E o Natal já passou?

Sério mesmo que o Natal já foi?
Oh povo...eu tentei vir aqui a tempo, mas eu juro que toda vez que o Sr. Windows começa a funcionar o bebezico pula, acorda, chora, enfim...corta a onda sem a menor cerimônia!! Tô achando que ele não curte essa coisa de blog não!!!
Mas enfim...sei que todas tiveram um Natal abençoado, com suas tradições familiares (é que eu tava agora mesmo me atualizando em seus bloguitos viu...) e fico feliz que foi tudo bem!!!
Por aqui tudo ótimo, primeiro Natal do baby e adivinha? ELE NÃO SE DEU CONTA DE NADA!!! RÁ!!!!!! Claro né, 3 meses é muito pouco!! Mas o que importa é a primeira data festiva que ele teve. A festinha em família foi aqui em casa!!! Ele ganhou roupinhas lindinhas. (mamãe chata não quis que ninguém gastasse com brinquedos que ele não é capaz de usar ainda....né tia Thais???????)
E é isso...quero conseguir atualizar este blog abandonado esta semana!!! Mentalizemos positivo que eu consiga!!! E bora pra última semana do ano gente!!!
Um big beijo pra todas azamiga blogueiras e azamiga leitoras!!!!!!!
















domingo, 18 de dezembro de 2011

Pérolas de meninos e meninas....

Que criança é sincera, disso eu não tenho dúvida. Mas agora que tenho parado pra reparar mais nelas, ouço cada uma, que me fazem rir sozinha.
Levo o BB pra tomar um solzinho e vez ou outra paramos no play (que no meu tempo era parquinho mesmo). Gosto que ele veja a criançada brincando. Daí escuto algumas pérolas : 

* Um grupinho de 3 meninas brincam no escorregador andando em filas..mão no ombro da amiguinha e tal...até uma delas empurrar as outras com força e gritar enquanto corre : "- Saí, saí, espera aí que eu vou fazer COCÔ!!!!"

** Um menino e uma menina brincam juntos. A menina tem uma bonequinha minúscula na mão e não para de dar ordens. Vamos brincar disso, daquilo, daquilo outro. Até que solta:
- Já sei. Vamos brincar de papai mamãe e filhinha! (Nessa hora eu me estiquei toda....opa...alerta vermelho...que brincadeira é essa?)
- Como é isso? Pergunta o menino.
- Ah, é brincar de casinha. Eu sou a mamãe, você o papai e ela é a filhinha.
- Ah, mas ela é um brinquedo...não é filha!!!
- DÃÃÃÃ....faz de conta né!!!
- Ah não...Eu não quero brincar assim não!! Não quero ser o papai. Quero ser um TERRORISTA!!!!!!!!!!!!!!

*** Fulana, sobe pra almoçar!!!!
- Ah mãe, depois!!
- Agora. A gente vai na casa da tia Creuza (Poooootzzzz....com R mesmo?)
- Ih, beltrana, eu tenho que ir na tia Creuza.
- Fulana eu já sei. Posso ir com você???
- Não Beltrana....minha mãe não deixa. Fica aí mesmo tá??? Tchau


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

A primeira saída sem o bebê

E então aconteceu. Na semana em que baby completava 3 meses, eu precisei sair sem levá-lo comigo pela primeira vez. Ficou em casa com a vó, pra que mamãe e papai resolvessem problemas "burocráticos".
Antes de trancar a porta meu coração já batia meio descompassado...eu sorria de nervoso e balançava as mãos, que estavam vazias....tão estranho isso!!! É um saco sair com bolsa, sling, carrinho, bebê, tudo equilibrado em 2 braços apenas, mas sair de mãos vazias é muito triste!!! Ninguém na rua paquerava o meu bebê (claro, ele NÃO estava comigo).
Nem preciso registrar que queria ligar de 5 em 5 minutos pra checar se estava tudo bem...Liguei umas 2 vezes...e quase me matei quando vi uma chamada perdida! Como assim??? VOVÓ LIGOU e eu não atendi? Que tipo de mãe retardada se distrai e não vê o telefone tocando, já que era tão essencial ficar ligada nele? Tá certo, eu vi a chamada 3 minutos depois e liguei correndo. E a emergência? Ah, nenhuma importante...era só vovó que não conseguia acender a chama do fogão! É que a mamãe sem noção desligou o fogão da tomada!!! Dã!!! E assim, depois de umas 3 horas na rua, voltei. E foi a sensação mais reconfortante do mundo. Abraçar pimpolho...cheirar...beijar...pedir desculpas por tê-lo deixado em casa. Mas era melhor pra ele!
Então que fique registrado nos autos deste blog : Eu saí, mas meu coração ficou!!!

3 meses !!!

E lá se foram 3 meses do dia que mudou minha vida. São 90 dias com uma pessoinha que bagunçou tudo por aqui.
Costumo dizer que cada dia é uma vitória, um avanço na vidinha do pequeno. E é exatamente assim. Nesse tempo "todo" de vida, ele já evoluiu tanto!!!
Deixou de ser um bebê come-dorme-chora-suja fralda, pra se tornar um bebê risonho, que bate as perninhas com força, que come as mãos como se fossem feitas de chocolate, que se vira procurando sons e pessoas, que faz escândalo na sala da Pedi (ops, isso ele sempre fez...desde o primeiro dia). Enfim, cada dia pra filhote é mais uma conquista. E isso me deixa orgulhosa e feliz!
Eu poderia ficar a noite toda escrevendo os feitos da criança, mas basta dizer que são 3 meses. Mas olhando pra trás, eu mal posso me lembrar de como vivi 30 anos sem o sorriso banguela mais lindo do mundo!!!
Pra você filhote, todo amor que houver nessa vida!!!!

Um monte de explicações inexplicáveis....

Gentes, eu tou tentando mudar a carinha do blog, inclusive o nominho dele (reparou?)...já bolei um banner novo (que marido vai fazer) mas é aquilo : CADÊ O TEMPO POVO? Se alguém souber, me avisa. Eu tenho "escrito" vários posts mentais nas noites em que perco o sono, ou enquanto amamento...mas nunca consigo escrever antes de esquecer tudo. Meleca!!!! Tenho fotinhos dos 3 meses do baby, enfim....Uma hora eu chego lá!!!
Só tenho mexido na net pelo celular, o que não é muito prático, e isso acontece também quando o bebê está mamando. resultado? Ativei a conta antiga do passarinho twitter, mas não sei mexer direito. Todavia, contudo, porém...é um jeito prático de receber/mandar notícias. Anota ai o meu nominho : @tatirpl !!!! 
No mais, estamos bem!!! E bebê está dormindo. Tenho alguns minutos. Vou tentar escrever algo que presta e publicar logo de uma vez!!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Desculpem o Sr. Transtorno

Amados leitores

Estamos trabalhando por um blog melhor! Eventuais transtornos serão recompensados com excelentes posts! RÁAAAAA!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

A saudade e a culpa!

Quando decidimos engravidar eu resolvi que seria MÃE. Assim mesmo, mãe maiúscula. Mãe que sabe tomar decisões em prol do bem estar do bebê. Mãe que não foge a luta. Mãe que amamenta, mãe que acorda nas madrugadas, mãe que leva pra tomar vacinas (e depois pede perdão pro filho, mas isso é outra história). Mãe que não joga a responsabilidade no colo da família pra continuar a curtir a vidinha a dois! Mãe em tempo integral. Afinal, criança eu já não era. Foi tudo planejado e estudado pra isso acontecer. Futura mamãe aqui se informou, leu, consultou, pediu ajuda! E foi diariamente aprendendo junto com o bebê a pratica de tudo o que já tinha visto na teoria.
Só não contava com uma coisa que tem latejado muito! A saudade de ser quem eu era! Da mobilidade, digamos assim, que outrora eu tinha e agora virou fumaça. Saudade de trabalhar, de bater perna, de ir ao mercado na hora do almoço e comprar coisinhas diferentes pra fazer no jantar, saudade de ir ao salão e sair com a dignidade em dia! Porque convenhamos que salão de beleza e bebê RN não combinam!
A mamãe aqui está morrendo de medo de ser só mãe nessa vida! De não ser mais nada do que era antes. De deixar de ser interessante. Porque na verdade eu já não me sinto mais nada. Ando meio a margem do mundo, da sociedade ativa, que produz, que é interessante.
Fato que no silêncio da madrugada quando bebê tá lá repousando no bercinho pós mamada, mamãe deita e perde o sono. Perde o sono sentindo falta de ser ela nas coisas mais triviais da vida! Sente falta e sente culpa por sentir falta. Sente culpa porque o bebê é prioridade em sua vida e foi mais que desejado e planejado, então que raios de dor é essa que vem latejando sem prévio comunicado?
Sente culpa porque o bebê alheio a todo esse questionamento agora é um banguela regateiro, que sorri o dia todo! E ao ver esse sorriso, mamãe se sente traidora. Porque ela deveria ser aquela mãe perfeita, que abdica da vida toda pelo filhote e esquece que além de mãe, ela é mulher. Eu queria ser assim! E uma parte de mim é. Aquela parte mãe leoa que protege a cria o dia inteiro, que larga os afazeres pra brincar com o bebê, que passa horas com ele no colo, no peito, que sente ciúme da cria e não consegue deixar o bebê sair do alcance de seus olhos. Mas a outra parte de mim diz que isso é loucura, que não vou ser feliz assim, que não serei completa se focar só um lado. 
Fato é que não achei ainda um meio termo na questão. Não consigo vislumbrar com clareza meu futuro próximo. Até porque algumas questões não estão mais na minha mão.
Acho que eu queria ser duas. Um clone seria ótimo!

Extra! Extra!!!

Extra, Extra!! Notícia de última hora, registrada pra mamãe nunca se esquecer:

Filho, 


Você está perdendo seus cabelinhos!!!!

Eu bem que desconfiei quando comecei a ver fiozinhos soltos na sua roupinha...mas agora passando a mão no seu cocoruto descobri que os fiozinhos estão se suicidando. Caindo em queda livre, literalmente!!! Rá!!! Será que você vai ficar careca filho? Talvez não né...afinal, você tem bastante cabelinho!! Massss...veremos!!!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Eu palpito...Tu palpitas...(Editado)

Eu queria saber que motivo leva as pessoas a ter tanta curiosidade sobre os bebês alheios. Mulher então...se já teve um filho se acha A mãe. Mestre. Doutora, a mais experiente. E quer por que quer saber detalhes de seu filho, para no instante seguinte, palpitar!
Você diz que amamenta exclusivamente no peito. A mulher-mais-velha-mãe-experiente acha pouco, acha que o bebê vai ficar magrinho. Porque claro, na cabeça dela, gordura é sinal de saúde!
O bebê dá uma remexidinha no colo da mulher-mais-velha-mãe-experiente ela diagnostica : É cólica. Você deveria dar um chazinho pra ele. Eu sempre dei pros meus, desde que nasceu. (Aham Cláudia, senta lá!).
Outros escutam o pum do bebê e receitam a funchicórea. (Aham Claudia, senta lá II, esse trequinho é açúcar viu??).
Ou então você passa perto da mulher-mais-velha-mãe-experiente com o bebê e sua chupetinha na boca. Ela quer saber se ele gosta da chupeta. (Não gosta...tá usando porque é masoquista!).Daí ele cospe (ou a dita cuja cai da boquinha dele) e ela diz : - "Ah, ele não gosta...tá jogando fora". E ainda por cima ela vê o bico redondinho da chupeta e faz aquela cara de nojo nível 5. "Menina, esse bico faz mal...meus filhos (ou netos...) só usaram a ortodôntica!!" Vai você explicar que aquela chupeta adequada é grande ainda e faz o bebê ter ânsia de vômito. Se ela topar ir na sua casa lavar a roupinha vomitada...tuuuudo bem!!! 
E assim vai indo. Umas acham que ele cresceu muito, outras que engordou pouco. Outras querem sugerir um médico "incrível" (que vai fazer seu filho virar uma bolota criada na mamadeira)...Fora aqueles papos non-sense de "parece o pai"...."não tem nada seu"..."ah tem sim, é sua cara"..."e o olho dele, que cor vai ser?" (E vou eu lá saber minha senhora? Espera pra ver.....)
No fundo mesmo, desde a gravidez não mudou nada. As pessoas não se contém nos palpites. Só há uma coisa que me irrita mais do palpites....mas isso é outro causo...é o famoso "Deixa eu pegar um pouquinho?" AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH  SOCORROO!!!!!!!!!!!!!!

(P.S - Antes que as pessoas queridas do meu mundo real que passam por aqui se ofendam...deixa eu explicar : Eu não ligo que pessoas queridas façam comentários pertinentes, pensando no bem-estar da criança, nem que segurem no colo, nem que façam carinho...(viu titia  THA ciumentinha? nós podemos tudo...)!!
O que não me deixa bem são pessoas que só gostam de opinar porque tem a língua grande mesmo...aquelas que quando virarem as costas vão esquecer o comentário. Mas eu, mãe-culpa que sou, talvez vá me martirizar sobre o tal comentário sobre dias...poxa!!! A gente quer acertar...e vem gente sem noção e fica te assustando...te contando causos...ah...vá catar coquinho!!! É esse povo que eu não tolero...gente que pega a criança por 30 segundos, aperta, irrita e depois te devolve...eu sou chata mesmo...e acho que na pressa, na correria, de pé..em qualquer lugar não é apropriado ficar tirando o bebê do aconchego dele!)

E fiquei mais velha, de novo!!!

Acabou que na loucura que ando esqueci de registrar que fiz aniversário. De novo. Seria ótimo se não ficasse mais velha a cada níver né?
Quando fiz 30 anos fiquei histérica. Era como se um ciclo de juventude tivesse terminado e eu estava entrando na "velhice". Foi assim que vi.
Mas novamente a vida seguiu e me trouxe um ano tão incrível que nem vi passar. Pouco mais de 40 dias depois do níver eu estava grávida. E aí, as atenções se voltaram pra uma barriguinha que não podia ter vindo em hora melhor. Ao invés da "velhice" esperada o aniversário me trouxe vida, renovo e a certeza que sim, eu estou plenamente bem. Mesmo com "todos esses anos" de vida! Rá!
Agora completei 31 anos.  E a vida mudou completamente. Agora além de balzaca nível master sou mãe. O que significa pouco tempo pra chorar as pitangas. 
E além do mais, chorar que nada, eu só tenho é que sorrir e agradecer a Deus por tanta benção. Sou saudável, tenho uma família linda que me ama, tenho Jesus, e agora tenho um filho lindo!!! É pra chorar só se for de emoção né???
Entrando nos 30....há um ano atrás!!!
Entrando nos 31, hoje, com um sonho realizado!!!

sábado, 19 de novembro de 2011

Rapidinhas....

Sábado a noite....eu, só com o telefone da pizzaria, sem cardápio, pedindo pela primeira vez!

-Alô, eu quero uma pizza de mussarela, uma frango com catupiry e uma dois queijos. Você tem?
- Temos.
- Tá. E quais são os dois queijos? (Eu não tenho o cardápio, lembra?)
-Hum...peraí, eu vou verificar.
- Olha é MUSSARELA!
- Hã! .......................... (pausa confusa) mas aí é um queijo só né? E o outro?
- O outro? hã...é né...um só...perai eu vou ver de novo!

Eu, escolhendo um creme antiidade - na dúvida entre 25+ (que já passei faz tempo) e 35+ (que ainda demoro pra chegar lá)

- Amor, você acha que eu tenho sinais mínimos de envelhecimento ou sinais moderados?
- Ah amor, você nem tem sinal de envelhecimento...
- É mesmo? humm....tá, vou pegar o 25+! Me convenceu! (E marido se deu bem...esse custa bem menos).

A velhinha me contando sobre o vizinho com câncer...

- É fia...é triste...ele já vai até começar a QUIMICATERAPIA!!!!!!!

O porteiro sem noção anunciando minha mãe:

- Boa tarde...eu tô aqui com a SENHORITA Fátima!!!!!!!!!!!!!

Porque a gente é mãe...mas não deixa de pagar/presenciar mico!!!!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Meu tesouro...

Eu nasci assim.......





  
2 meses depois, eu tou assim....




Fala a verdade, eu não sou lindo?????????????

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Amamentar...o que rola aqui!!!

Amamentação nunca foi uma grande preocupação minha. Achei novamente que  assim como nasce uma mãe nasceria uma vaca leiteira nutriz eficiente! Claro que me peguei algumas vezes me observando e pensando se teria leite, visto que meu sutiã aumentou apenas um número durante a gravidez e nunca senti os seios enormes e doloridos como muitas mulheres relatam.
Aprendi o básico, como surge, a descida do leite, o que fazer, e tals, mas sem neuras.
Logo que BB veio para meus braços na maternidade eu pedi pra "dar de mamá", a enfermeira achou até engraçado minha pressa (comassim engraçado???)  mas prontamente me ajudou na tarefa e ficamos assim:  BB e mamy por mais de uma hora se curtindo.
Aprender a amamentar foi tenso, mas aprendemos eu e ele juntinhos. O leite desceu mesmo 2 dias após o nascimento e eu jorrava leite. Certo dia abri o sutiã, vacilei e quando percebi estava saindo um jatinho de leite bem no olho da criança.
Devo confessar que nem tudo foi fácil nesse caminho. Viver pingando, não havia sutiã nem camisola que ficassem secos por mais de 2 horas...madrugadas molhadas...conchas mágicas (gentes..como essas conchas ajudam!!!!) completamente cheias de leite. Eu me perguntava até quando ia ser assim, porque não tava legal. Mas tudo pelo bem estar do pimpolho, que ganhou 300 gramas nos primeiros 9 dias de vida!!!
Quando baby fez 24 dias de vida acordei estranha. Febril. As peitolas não vazaram quase nada durante a madrugada. Eu me sentia mole e cansada. Peitos enormes e duros, mas que não vazavam. Tentei ordenhar, mas não consegui usar a bombinha do mal, doia muito. Dormi quase o dia todo, mas continuei amamentando normalmente. Depois disso o leite parou de vazar. Gelei. Achei que estava secando, fui correndo consultar o doutor maior : Dr. Google. Descobri que depois de alguns dias o corpo se acostuma a demanda do bebê e produz conforme o necessário. Que no começo seu corpo fica doidão e produz pra um batalhão mesmo! Ufa! Ah bom....
Tudo ia bem até que na consulta de um mês de vida do BB a Pedi constatou que a criança estava ganhando pouco peso. PLUFT....caí das nuvens e me senti a pior mãe do mundo!! mãeporcaria, a gente se vê por aqui! 
Começamos um esquema de engorda reduzindo os intervalos entre as mamadas. Fracasso total. BB mamava como se não houvesse amanhã, depois devolvia tudo sem cerimônia! 
Continuamos acompanhando durante todo o segundo mês do BB e dona Pedi constatou que meu filhote cresce mais do que engorda. E que isso pode ser característica dele. Mas, todavia, contudo, porém, não podemos bobear com o ganho de peso nesse momento e recomendou uma dose diária de complemento. 60ml. mãeporcaria2 me senti péssima. Uma lástima. Eu já havia planejado uma amamentação exclusiva e aquilo não estava nos meus planos. Corri pra net, busquei dezenas de artigos sobre curva de crescimento, descobri que bebês que mamam exclusivamente no peito engordam menos e mais um monte de informações. No fim, optei por aceitar o complemento. Tive pesadelos com um bebê desnutrido. 
O que me deixou feliz foi que embora BB tenha aceitado o complemento sem reclamar, ele continua amando o peito. Procura com a boquinha, e uma vez que ganha o mamico da mamãe não quer largar...dorme no peito se deixar...chora pra largar. E isso me deixa um pouquinho mais feliz. Ainda me sinto uma mãeporcaria por meu leite aparentemente não estar suprindo a criança como deveria. Estou me esforçando pra continuar amamentando o máximo que puder. Fico dividida entre o que planejei e a realidade. Na verdade tive medo de bancar minhas convicções e prejudicar o BB.
E assim vamos nós. Mamico e tetê, e sempre explico pra criança a diferença deles e o que estou fazendo. Ele segue crescendo e engordando a sua maneira. Respeitando o biotipo dele. (lembrando que esta mamãe foi magricela a vida toda. E papai também só engordou no final da adolêscencia).
E assim estou eu. Carregando um bebê num braço e a culpa no outro. Porque ser mãe definitivamente é se sentir culpada em tempo integral.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Estamos indo...de volta pra casa...

Quando criança eu me mudei muito! Forças da vida que nos empurrava daqui pra lá! Final da adolescência sossegamos. Novamente forças da vida!
Quando casei não foi exatamente mudança. Foram levados roupas e objetos pessoais. Fácil, rápido, faxina básica nas tranqueiras e bora pra casa nova.
Agora mudei de verdade. Com marido e filho RN. E isso virou uma loucura maior que tudo! Tudo aconteceu ao mesmo tempo. Casa nova, reforma, decoração somados a final de gravidez, barrigão, parto, repouso, bebê chorão se adaptando ao mundo, mamãe se adaptando ao bebê! Loucura.
Mas passou. Estamos agora devidamente instalados na casa nova e na vida nova. Tudo novo, de novo. Claro que ainda tem muita coisa pra por em ordem. Inclusive o coração, que ainda bate inquieto sob o teto novo. Ânsia pra essa fase de adaptação ser um sucesso e nos acostumarmos. Ânsia pra descobrir que fizemos a escolha certa. Ânsias e mais ânsias de uma cabecinha que teima em pensar demais. 
Mas isso é outra história. O que quero dizer hoje, é que estou voltando a vida normal aos poucos. Estou cheia de saudade de escrever, mesmo sem saber se alguém ainda me lê. 
Pra atualizar um pouquinho essa Sopa que anda insossa, ai vai : 

* Eu não consegui postar sobre, mas quando PL nasceu, a Zenaide do blog "Lata de Luxo" me enviou flores. Lindas. Que chegaram numa hora mais que apropriada. Amei muito!!!

* A Vanessa do "Minha Casa dos Sonhos", que é minha irmãzinha super parceira, me mandou de presente para o PL um lindo álbum para registrar o primeiro ano do meu filhote! Amei demais também!!! 
Em breve foto dos dois presentes tá? 

* Sobre o post da troca de fraldas, quando eu o escrevi, ainda não tinha me mudado, e BB não tinha quarto nem móbile montados. Hoje ele tem. O móbile super funciona, mas nem sempre. Tenho que fazer a troca numa junção de fatores :  Ele tem que estar calmo, ser bem depois da mamada, e etc...mas as dicas foram preciosas viu? Brigadão a todas as meninas! E a Jô perguntou se ele chorava com outras pessoas trocando...bem...pra minha FELICIDADE ele chora sim!! Isso significa que o problema não sou eu né? UHUUUUUU!!!!!!!!!!!!!

* Gentes, eu tenho que dizer que ele já faz umas gracinhas, distribui uns sorrisinhos marotos, e tem horas que me olha tão TÃO apaixonado que eu me derreto...e pensar que um dia eu tive medo que ele me recusasse! 

Então é isso meu povo e minha pova...eu tou morrendo de vontade de escrever até cair os dedos e derreter o teclado...mas não dá...tenho que ir aos poucos..e claro, me atualizando no blogs amigos!


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Alguém MIAJUDA ou MIABRAÇA?

A coisa é simples. As trocas de fraldas do bebê são um terror. GRITOS. BERROS. SOLUÇOS. Perninhas inquietas não me deixam colocar a fralda no lugar. É tenso. É punk. Eu perco a paciência muitas vezes ("Pedro Lucas, para a palhaçada! - Já chega de escândalo!") Ele como é de se esperar, nem liga pras minhas broncas e prossegue no berreiro.
Daí eu leio em um monte de blog que a troca de fraldas é momento de interação com o pimpolho, que ele dá risadinhas, mostra a banguela, faz gracinha. E o meu BERRA.
Comassim???????????????????????????
Aonde esta que vos escreve tá errando? Juro que não arranco nenhuma perna ou braço nesse processo. Já arranhei, confesso. Mas agora mantenho as unhas curtas. Falo, converso, brinco, e nada!!!!!!!!!!
Oh gente.....MIAJUDA? Tem um segredo mágico nessa história? Fala aí!!!!! Se não tiver solução, MIABRAÇA vai ????

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Tou viva viu?

Amadas

Sei que estou em falta aqui e com vocês, mas venho avisar que estou viva tá? Só está difícil encontrar tempo hábil pra tudo nessa vida. 
Pedro Lucas é um fofo e me ama tanto que não me larga. Rá! Tenho a impressão que quando me vê ele imagina um peitão cheio de leite por isso dá uns sorrisinhos sem motivo aparente!
E como se não bastasse toda essa mudança na minha vida, estamos tocando uma reforma/decoração e aí já viu tudo né? Uma tarefa por vez é para os fracos! Vamos mudar a vida toda de uma vez que é mais legal! Rá de novo!
E agora que meu arroz queimou e o bebê acordou ( acreditem, é vero!) Eu vou trocar a fralda do arroz, e fazer um bebê novo. Ou algo assim! 
Fiquem com Deus e até a volta, assim que a tempestade passar. Ou o bebê completar 15 anos. O que vier primeiro!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

A vida no Tic Tac!

Tic Tac....9 meses....tic tac doce loucura de uma espera....tic tac...o tempo voa....tic tac....que demora!
Tic Tac...chegou o dia....tic tac....seja bem vindo amore...tic tac...estou cansada...tic tac...não consigo descansar...tic tac...ansiosa...tic tac...vem pros meus braços filhote!
Tic tac vem mamar...tic tac deixa mamãe provar que é capaz!
Tic tac...quanto medo....tic tac quanta lágrima...tic tac...insegura....tic tac....vovó me ajuda! 
Tic tac....quanta gente....tic tac....eu agradeço....tic tac....mas visitas agora, eu só quero amanhã....tic tac....vão se as horas....tic tac....estou de óculos....tic tac....não consigo....tic tac...repousar!
Tic tac....você veio....tic tac....chegamos em casa....tic tac...é agora...tic tac que a vida...tic tac...começa pra valer...tic tac....tenho medo...tic tac não sei nada...tic tac eu acho mesmo...tic tac que nunca mais vou conseguir dormir...tic tac...eu preciso...tic tac aprender...tic tac a te vestir...tic tac a te banhar...tic tac...ó que frágil...tic tac é você...tic tac...tão pequeno...tic tac como podem...tic tac dizer que você é grande...tic tac...vem meu bem...tic tac vou te ninar...tic tac...passam os dias...tic tac...que progresso...tic tac muitos avanços...tic tac...nós fizemos! 
Tic tac...o relógio marca...tic tac...hora de mamar...tic tac não esqueça....tic tac...bote o bebê pra arrotar!
Tic tac acalente o menino...tic tac....seja mãe! Tic tac...levante na madrugada....tic tac...frio não te pertence...tic tac...atrase seu remédio...tic tac...mas não atrase o mamico da criança! Tic tac quantas horas já se foram...tic tac...mais 3 horas...tic tac...veja a fralda....tic tac...hora de trocar (de novo)....tic tac grita o relógio...tic tac...hora de mamar de novo...tic tac....dormir não te pertence...dor no braço é psicológico! Tic tac vamos lá...você consegue!
Tic tac... e assim a vida segue...tic tac no embalo...tic tac...de um relógio maluco..tic tac...que só faz sentido mesmo...tic tac...pra quem já passou por isso! Tic....Tac....

(Escrito e postado sem revisão....apenas para dar vazão aos sentimentos e palavras acumulados!)

domingo, 2 de outubro de 2011

O parto! Parte final !!!

A partir daí vocês sabem dos procedimentos e eu não preciso contar. 
O que preciso registrar é o que eu senti. O frio na barriga, a sensação de desamparo enquanto ia pelos corredores vazios e silenciosos. A preocupação em ver marido que não chegava. E quando ele chegou, eu já anestesiada e meio grogue custei a reconhece-lo com aquela touca lhe cobrindo a cabeça! Lembro que respondi algumas perguntas e tal, mas naquela altura não conseguia me concentrar em nada. Lembro da dona doutora me contando sobre o parto da outra gestante que ela tinha feito há poucas horas, que a mulher tinha tido um bebezão...mas não me concentrava em nada.
Quando a enfermeira chamou marido pra ver o bebê sair de fato, eu  senti uma pressão tão grande no peito, uma vontade de ter notícias...poxa!! Narrem o que está acontecendo aí gente!! Mas isso foi uma fração de segundos. Logo escutei o chorinho do meu amado filhote e congelei. Não consegui chorar, pois eu sorria junto (alguém já passou por isso?) Era um choro abafado pelo riso e riso abafado pelo bebê que logo estava em meus braços. Oi meu amor, é a mamãe!! E ficamos ali, alguns minutos, papai, filhote e mamãe..se conhecendo finalmente! 
Grande, lindo e o mais importante : SAUDÁVEL !! Chegou no tempo dele, deu sinais que era chegada a hora, que sim, ele estava pronto!! 
Naquele momento nada mais importava.
Foram 13 meses entre a primeira ida ao médico com a decisão tomada de engravidar e o dia do parto! Passamos por exames, xixi no palito, ácido fólico, enjoos, vitaminas, medo, choro, barriguinha, barrigão, dores, mais medo, mais exames, chá de bebê, enxoval, ultrassons, plano de parto, contrações de treinamento, tombo na escada no sexto mês, pés inchados, mãos dormentes, contrações de verdade e finalmente, ELE NASCEU!!! 
E agora? Agora dá licença que meu pequeno ainda não entende o vício da mãe dele em escrever em blogs. Ele bota a boca no mundo quando precisa se alimentar ou quando quer carinho esteja eu fazendo o que estiver.
Ah, e lembram do meu medo que meu filho não gostasse de mim? BOBAGEM!!! Gentes, ele me procura com o olhar, me segura quando mama, quando está nervoso gruda na minha mão e pasmem : Já começou a confiar em mim na hora do banho!! Amo muito!!!


domingo, 25 de setembro de 2011

O parto ! Meu relato ! Parte 1

Bora embarcar no meu relato de parto?

39 semanas e 6 dias. Agoniada era pouco. Estava angustiada. O tampão já estava saindo há quase uma semana, mas nada demais acontecia.
Então na sexta-feira fiz de tudo um pouco : lavei roupa, andei, fiz compras no supermercado, pendurei as roupas no varal, fiz janta e fui pra igreja. Iamos jantar na volta. Estava exausta. Ainda durante o culto eu sentia dores. Andar estava dolorido, não conseguia pisar forte. Ainda comentei com alguém que naquele dia as contrações de treinamento estavam me enlouquecendo. (Na verdade dessa vez não eram de treinamento....).
Quando cheguei em casa as dores aumentaram consideravelmente. Não consegui ir da sala pra cozinha pra esquentar a janta. Quando marido disse : "Fia, acho que devemos ir pro hospital, ainda que não seja nada, temos que ver." Eu concordei com aquilo, e me dei conta que a situação era real. Porque eu não vou ao médico sem motivo de verdade.
Fomos então e quando a enfermeira do P.S me viu, nem fez questão de ler a ficha. Fui direto pra sala ser atendida, e bebê que já se mexia muito, quando foi feito o cardiotoco então, sambava feito louco, o que me dava muito mais dores.
O cardiotoco feito, coração do baby acelerado, contrações fortes em média de 5 minutos de intervalo . O exame de toque deu a notícia que não queria ouvir : bebê continuava alto, sem encaixe e eu não tinha dilatado nem meio centímetro. A enfermeira diz que a opção era minha, internar naquela altura era cedo demais. O trabalho de parto poderia durar muitas horas ainda, talvez mais de um dia. Mas ela ia comunicar minha médica.
Até então eu perguntava ao marido o que fazer, sem saber se conseguiria voltar pra casa e aguentar, se seria melhor induzir (A ideia de induzir sempre me deu calafrios e cheirava a cilada, tipos nadar e morrer na praia), ou partir pra cesárea.
Aí entra em cena a dona doutora que prontamente atendeu o telefone escutou o relato da enfermeira e dizia coisas que eu claro não podia ouvir. Fez perguntas, a enfermeira fez algumas ligações internas e logo veio me dizer que a minha médica estava vindo, e que era pra equipe me preparar para a cirúrgia.
Confesso pra vocês que não sei o que senti. Estava tão longe, tão concentrada em mim, na dor que sentia, no bebê que dançava feito um maluquinho, no medo de tudo que estava por vir que mal processei a informação. De repente tudo o que importava era bebê bem e nos meus braços.
Pausa:
Gentes, a médica não tomou a minha frente, nem é defensora ferrenha de cesárea. Ela conhecia minhas condições clínicas. Nós já havíamos conversado sobre isso, sobre uma possível intervenção, sobre minha situação pré parto não evoluir, sobre meu desejo de parto normal, sobre meus medos e em tudo ela sempre me apoiou. Aliás, em diversas situações o apoio dela e o "calma, vai ficar tudo bem" que ela me disse na hora do meu desespero foram fundamentais.
Despausa!   
Fiquei esperando pra ir ao centro cirúrgico, já com aquela roupa lindona e com as contrações me tirando do sério de tempos em tempos. Ao meu lado, outra futura mamãe esperava seu médico, com a bolsa estourada, com contrações, mas que havia optado por cesárea e não queria nem ouvir falar do parto normal....eita vida difícil de entender!

Continua...

sábado, 24 de setembro de 2011

Definitivamente Primavera !



É Primavera

(Aline Barros)

Mil motivos, mil razões
Tenho para te amar
Tantas vezes eu tentei demonstrar
A grandeza desse amor
Que arde no meu coração
Você é tudo que um dia eu sempre quis
Hoje já é primavera
Te tenho ao meu lado
Em todos os momentos
Sigo te amando 
Sigo te querendo
Já não importa o que vão dizer
Porque te quero e sempre vou amar você
Procurei um amigo
Que pudesse então me compreender
Foi quando encontrei você
Para sempre vou agradecer a Deus
O melhor Ele me deu
Você é mais do que eu podia imaginar
Mesmo que a vida seja tão difícil
Em minha frente vou vencer o impossível
Brilha a luz do teu olhar
Que aquece o meu coração
Precisa dizer mais alguma coisa? 
Dedicado aos "homens da minha vida". Papai e filhote!!!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

E assim nascem as mães...

Daí que eu nunca pensei que fosse fácil. Mas achava (e acreditava) que a mãe dentro de mim nasceria com o bebê, ali no dia do parto. Então acabei aprendendo que o sentimento materno, aquele instinto de proteção e amor maior do mundo sim, nasce naquele momento. Mas a mãe, aquela que cuida, limpa, alimenta, ampara, ahhh...essa demora um pouco mais pra nascer. (ou foi assim só comigo).
Na primeira noite em que BB e eu passamos juntos ainda na maternidade devo confessar que eu chorei mais do que ele. A cada choro dele em que eu não sabia o que queria a angústia e o sentimento de culpa e incapacidade me invadia. O desespero era tamanho que até a enfermeira veio ajudar e tentar me consolar. Foi meio psicóloga naquele momento e até presente do hospital nos trouxe, meio que oferecendo um doce pra mãe criançona parar de chorar. Naquele dia, tomei banho de óculos sem perceber.
Mas ali no hospital ainda era fácil. Eu era paciente deles. A mãe do RN tal. 
Em casa foi que descobri que o caos existia e morava ali. Tive e ainda estou tendo ajuda diária da mamily e do marido. Mas eu precisava aprender na prática e não delegar obrigações que seriam minhas. 
A partir daí, descobri que eu não sabia vestir um bebê (bodies, como se põe isso no BB?), descobri que banho é um show a parte. Que eles são pequenos e choram e ficam com medo da água. Descobri que eles engasgam a toa, que demoram pra arrotar, que necessitam sentir-se acolhidos...meu Senhor, quanta coisa! E descobri que eles eventualmente trocam o dia pela noite. Isso me matou (de sono, e ainda tem matado).
Foi e tem sido um aprendizado diário. Nesses 12 dias já melhorei bastante. Não sei ainda um décimo do necessário, o choro sem tecla SAP ainda me deixa maluca, mas acho que estamos indo bem. Tem horas em que olho pra ele e as lágrimas escorrem. De amor. De felicidade. De medo. Houve momentos em que o quarto parecida praça de guerra, tamanha a bagunça. Dormi sem escovar os dentes, tive medo de tirar os óculos e não "ver" se o BB se engasgasse dormindo (louca?), aprendi a "dormir" de luz acesa, aprendi que as vezes não há nada a fazer a não ser ter paciência (Oh Senhor, me concede essa graça!), aprendi que fraldas, luvinhas e toalhinhas de boca tem pernas e andam sozinhas pelo quarto. Porque eles somem toda hora. É impressionante.
Aprendi que não sei nada. Mas que estou disposta a aprender.

P.S - O relato de parto está no forno mental dessa mãe recém parida, mas ainda não se concretizou tá?

sábado, 17 de setembro de 2011

Muito Prazer, sou Pedro Lucas



Aqui estou fazendo pose pro tio fotógrafo lá da maternidade!!! 
E usando a roupa de ursinho polar que eu ganhei da titia!!!
A mamãe manda dizer que assim que ela se descobrir como mãe e se adaptar a nova rotina (ou a falta de)  ela volta pra contar as novidades. Por enquanto tá difícil....eu tou dando um baile nela...hihihihih!!!!


terça-feira, 13 de setembro de 2011

Nasceu meu príncipe!!!

Amadas,
Perdoem a falta de notícias, mas tá uma loucura! (Clichê materno). Meu bebê, Pedro Lucas nasceu dia 10.09. as 01:54 da manhã. E aí já viu né? Sobra um milhão de coisas e falta tempo.
Mas estamos ótimos, ele é a coisa mais fofa desse mundo. Fisicamente ele é diferente de tudo o que imaginamos que ele seria. É muito mais que pensei. É lindo, fofo, gato, charmoso, um Lord. (assim que descarregar as minhas fotos eu publico tá?)
Sabe, eu sempre acreditei que quando nasce um bebê nasce uma mãe junto. Agora sei que é mais ou menos isso. A mãe nasce também, mas o trabalho de parto pra nascer uma mãe é muito mais difícil sob todos os aspectos. Já chorei, desesperei, ri, orei pedindo ajuda a Deus e só de escrever já choro de novo.
Mas vamos ficar bem! A benção Deus já concedeu, então eu sou capaz! E agora sou mãe né? E mães são meio mulher, meio super herói! Yes, we can!!
Então é isso. Cada lance pra mim hoje é digno de um post! Mas agora tem um serzinho ali no carrinho pedindo um cheirinho. E gente, quando ele se acalma e fica todo molinho no meu peito, eu me sinto tão poderosa e feliz!!
Assim que der eu volto tá?
bjobjo e um super obrigada pela paciência de todas! Ah, e na sexta quando eu publiquei o post anterior, gentes...eu tava entrando em trabalho de parto e nem sabia!! Rá! 
(P.S - trabalho esse que acabou em cesárea tá povo? é...meus planos não deram certo...mas quer saber? Ali foi só o começo. Nossa história começou ali e vai se escrever vida afora! Tô bem!!!)

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

39 Semanas e 6 dias e...

...nada, nadica de nada! Continuo sendo só uma mulher-barriga ultra mega mal humorada que sente contrações de treinamento o dia todo. Mas ó, a piscininha do neném tá ótima, ele tá ótimo e diz que nem tá com pressa. Aliás, como todo homem né. Já viu homem ter pressa?
Então é isso...passei só pra dizer que por ora, continuamos na mesma!! 

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Não há muito pra dizer!

Não há muito pra dizer. 39 semanas e 2 dias. Nenhuma alteração significativa. Um alarme falso (me sinto uma idiota completa alarmando as pessoas por nada). 
Dizem que vou sentir falta e blá blá blá....whiskas sachet....ok, pode ser. Mas por ora já deu viu!!! Já tá bom, já passei pela experiência da gravidez. Pra mim já está na hora de viver a outra parte da coisa. Tudo por uma barriga menos pesada. Por mais agilidade. Por seu eu de novo! Porque eu já não tou me reconhecendo. 
Quer sentir o drama?

Ignorar a cara de pastel ! Mas até tirar fotinho já encheu o saco!!!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

E Setembro chegou...

E setembro chegou!! O mês mais aguardado dos últimos tempos. O mês da chegada do nosso príncipe. Nosso bebê tão amado e desejado. 
Presente que mamãe ganhou no Chá de Bebê! Muito apropriado!!
Que chegará junto com a promessa de novas flores e cores que só a primavera pode trazer. Promessa de vida que recomeça, de ciclo que se inicia! 
Que assim seja! 
Que meu bebê venha colorir nossas vidas com nuances que ele só ele poderia trazer. 
A você meu pequeno ser, todo amor que houver nessa vida!!! Te esperamos com ansiedade! 






segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Nós e as 38 semanas!

Pois é amigas!! Chegamos na semana 38. 
Resumão da última consulta : Bebê alto ainda e nada de dilatação. Sem nenhuma alteração significativa. Seguimos rumo ao parto normal, como algumas de vocês sabem é essa a preferência aqui em casa. 
Também sabem que não sou radical, se precisar fazer uma cesárea por questão de saúde, não vou ficar frustrada (mentira, vou sim!!). Mas aqui queremos que nosso bebê venha no tempo dele, e da forma mais tranquila possível. 
Não paro de pensar em como vai ser a hora H. Se a bolsa vai estourar, se vou sentir dores primeiro ou como vai ser a coisa toda! 
Pode parecer incrível, mas ainda não me vejo nessa hora. É meio surreal pra mim!!! 
E a preferência é que bebezico venha no mês de setembro. Sei lá, acho mais bonito...mês das flores, onde a temperatura começa a subir, e eu amo muito tudo isso!! Adoro a luz do dia dos meses de setembro, gosto da ideia de vida que renasce...das flores que voltam a colorir tudo...enfim...setembro é bonito e eu já botei na cabeça que meu filho é de setembro e pronto!!! Rá!! 
Eu tenho uns 484754003 rascunhos escritos, mas como ando meio confusa, eles estão meio deprê, meio mongos...então vou deixar pra postar a medida que meus hormônios voltarem a normalidade!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Para a porta da Maternidade!

Então fica assim: Se você vir esse enfeite de porta em alguma maternidade da vida, é sinal que filhote chegou!


Pra variar, menção honrosa pra vó do baby, que enquanto eu olhava, olhava e não gostava de nada, vovó captou a mensagem e encomendou um enfeite que eu adorei! Aliás sempre foi assim. Enquanto eu entro numa loja olho tudo e não gosto de nada, se mamily for sozinha na mesma loja e me comprar algo, é certeza que vou gostar!

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Mãe desnaturada...ou quem manda no pedaço! (até parece)

Tarde da noite...agitada porém sem conseguir pregar o olho:

- Filho, mexe pra mamãe...tá tão quietinho!!
.................................
- Filhinhoooo...cê tá acordado? Mexe pra mamãe ver, depois eu deixo você dormir !!!
......................................................
Bebê...eu quero sentir você...mexe vai!!!
.............................................................................................
Pedro Lucas, se você não mexer pra mamãe agora, eu vou deitar de lado e amassar você! Depois não adianta reclamar!!  (sim, ele reclama mesmo...chuta pra valer quando é amassado)!

5 segundos depois ele mexeu, remexeu, com direito a cotoveladas e tudo! Esse é o meu menino!!!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Brincando de adivinhar - O desenlace !!!

Então povo que a história desenrolou. No mesmo dia em que postei sobre a fúria gravídica que acometeu meu ser a loja entregou o material. 
Devo dizer que a coisa toda com o gerente funcionou, porque logo depois da entrega recebi 3 ligações para confirmar se havia recebido.
Pra quem pediu detalhes da loja pra evitar novas dores de cabeça nas mamães, digo que a loja nem é de coisas de babies. É um home center mesmo. Material de construção. Um que tem um compromisso registrado em cartório afirmando seguir prazos a risca. FAZ ME RIR!!!! 
A entrega foi combinada em até 4 dias úteis. Estive de plantão em casa por esses 4 dias e nada. Você já esperou alguém te entregar algo e levou cano? Gente isso irrita demais. Nem na padaria eu podia ir com medo deles chegarem e não ter ninguém pra receber. Fora que não é bom pra ninguém desapontar uma mamyzilla prestes a dar a luz!!
No mais é isso...rsrs...37 semanas e 2 dias. Bebê a termo, só ganhando peso! Mexendo que é uma beleza...e ele disse pra mamãe que só vai sair da casinha quando o tempo melhorar, que nesse frio ele não é bobo de botar o nariz pra fora!! Rá!!!!
E a última dos comments sem noção foi essa :  - "Puxa, você ainda está de pé?" ANHHH??? Comassim?? Morri por acaso e deveria estar deitada? Respiração pausada, conto até 10 e tento relevar...senhorinhas velhinhas devem ser relevadas! Mesmo aquelas que perguntam semanalmente pra quando é o bebê e você sempre responde : SETEMBRO!!! 
Mas né...agosto, setembro, dezembro, é tudo segundo semestre...fácil confundir!!!!
E vamo lá que semana começou agitada por aqui!!! Milhões de coisas pra fazer, mas tudo o que quero é desabar ali na cama!!!

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Brincando de adivinhar...

O que acontece quando uma loja promete pra uma grávida uma entrega em 4 dias úteis e não a cumpre?

A) A grávida fica brava e reclamona.
B) A grávida fica histérica e quando a moça do SAC diz ao telefone que os 4 dias só se farão no sábado (que nem é dia útil, vamos combinar) e pede que a moça ensine essa matemática muito doida pra ela.
C) A grávida pega o marido e o faz ir com ela até a loja, mobiliza SAC, vendedor e gerente atrás de uma solução.
D) T.A (todas as anteriores).

Bom, quem me conhece sabe que a resposta é lóoooogico a D. A única coisa que me fez rir foi minha irmã perguntar : - Mas o que você vai fazer na loja com esse barrigão? Ficar nervosa? 
                 - Ah filha, vou lá brigar...que tou explodindo de energia. 
                 - Cuidado pra não dar uma barrigada no vendedor hein....

E até o momento, a entrega continua atrasada. Isso já me faz pensar em segundo round!!! Eu preciso mesmo botar pra fora essa ansiedade, nervosismo e afins!! Seu gerente que me aguarde!!!!

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Eu tenho tanto...pra lhe falar...

...Mas com palavras...não sei dizer!! (Salve Roberto!!)
É meu povo, isso não é declaração de amor pro meu filhote não. É uma desculpa esfarrapada pra vocês amiguetes leitores mesmo. Eu tenho um monte de rascunhos mas nenhuma inspiração pra terminá-los. Minha rotina mudou um pouco. Estou  afastada do trabalho (mas tá tudo legal...é só pra descansar mesmo), estou me adaptando a essa vida de dona de casa grávida.
Aliás falando neste assunto...meu povo, a dona doutora sabe o que faz. Se ela não tivesse me afastado, eu mesma me afastaria essa semana. Porque entramos na semana 36 e as dores do mundo entraram na minha vida. Não há jeito de dormir bem, mãos que incham e formigam.. (alô túnel do carpo, dá um refresco ai!!!). Eu fui dormir de segunda pra terça e tenho certeza ABESOLUTA que amanheci com a barriga maior e mais pesada. Não me pergunte como, mas eu SEI.
De resto tudo igual. Continuo reclamando de barriga cheia (literalmente).  Os desconfortos são os mesmos de toda grávida, nenhuma emergência (obrigada Senhor!!!), o que me faz crer que filhote não tem pressa nenhuma de vir ao mundo! Ao final desta semana estaremos a "termo" ou seja, prontinho pra nascer. E eu acho que vou escrever isso na minha testa pra evitar que toda mulher que me vê pergunte pra quando é. E vou aproveitar e escrever também que NÃO!! Eu não vou explodir. Barrigola NÃO está grande demais. Eu NÃO engordei demais e é falta de educação me dizer que vou explodir. Porque é né gente?? Ninguém gosta de ouvir que vai explodir. Prontodesabafei. (E pra vocês eu explico : só tenho 1,52 de altura. Quando a pessoa me olha, só vê barriga mesmo. Isso não quer dizer que eu esteja gorda. Mas não conto isso pra ninguém ao vivo...tenho preguiça e não devo explicação pra ninguém) Prontodesabafei2.
Ah, pra amenizar o assunto :  comprei um cd maismaiordelindo com louvores em versão caixinha de música para ninar bebês (só não achei o selo de garantia infalível, mas tudo bem!). A versão de "Aclame ao Senhor" é linda povo!!! Chorei de emoção quando ouvi. Ainda não comprei nada do "Palavra Cantada" mas tá na minha lista. Já ouvi alguma coisa deles, e é super bonitinho também!!
Bom, então é isso...pra quem não tinha palavras falei até demais né!!!


P.S - Fazendo a contabilidade bebezística : A neném da Ich já nasceu. A da Bela também. O Rafa da Dani tá previsto para chegar em 10 dias. Eita mês que promete!!!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Eu vou ser mãe de menino! E agora?

A reflexão é antiga. Penso nisso desde antes da gravidez. Quando peguei a confirmação do sexo, pensei "Putz, um dia esse menininho vai conhecer a mulher da vida dele e vai embora e me deixar sozinha, com o título de sogra nas mãos". Foi um pensamento involuntário. Pensei que vou ficar em minoria em casa, que marido ganhou um companheiro e eu não, que filhote um dia não vai querer me acompanhar, que vai preferir a namorada, ter vergonha de mim, essas coisas. Tantas loucuras em poucos pensamentos na sala de ultrassom...até que olhei pelo lado bom. Mesmo com medo disso, eu sempre imaginei criar um menininho mesmo. Desde que começamos a pensar em filhos, o menino era mais real. Sabe-se lá porque! Mas gosto da ideia de um garotinho cheio de energia, um fanfarrão como costumamos dizer em casa!
Eu tenho um sobrinho e gentemmm...ele é o maismaiordifofo desse mundo!  
Ai esses dias, passeando pelos blogs da vida me deparei com um post no "Salada Mista" onde a autora (Elise Machado) fala de como é legal ser homem (claro, fala como expectadora né) e traça alguns paralelos que me fizeram pensar. Quando ela disse que meninas brincam de adulto e meninos se divertem é verdade. Crescemos brincando de boneca e casinha, enquanto meninos jogam bola, videogame, exercitam a molecagem, a alegria e leveza da vida. 
Nós mulheres sonhamos com profissões desde cedo e elas normalmente são sérias. Meninos querem ser astronautas e  jogadores de futebol não por profissão, mas por diversão!
Desde cedo a maioria das meninas tem o comportamento tolhido, são mais maduras como eu costumo dizer quando falo da diferença entre bebês meninos e meninas!
Tenho na família um casal de gêmeos e gente...a menina é anos-luz mais "madura". Enquanto que o menino nos abre um sorrisão ingênuo que dá vontade de apertar as bochechas, a menina nos observa meio ressabiada. É ou não é coisa de mulher?
Homens normalmente são o que são e pronto! Não fingem que o cabelo do amigo ficou bom só pra agradar. Eles se xingam e falam coisas esdrúxulas sem a menor cerimônia, e isso não quer dizer nada, a não ser que eles tem intimidade e são amigos mesmo. Não tem tanta competição como nós mulheres (conhecem o senso popular que diz que mulher se arruma pras outras mulheres? Poxa, é vero!!!)
Daí você pergunta : - "Por que raios essa barriguda tá falando isso agora?"
Simples né povo...estou no auge das 35 semanas, onde cada dia é uma emoção, (leia-se uma dor nova), as emoções estão aflorando, eu siemociono com tudo agora, (só agora?)  como se fosse uma TPM permanente. Minha cabeça ferve frente a tudo o que vai mudar em minha vida em breve. E acredite, será mais que a chegada do bebê!
Então é isso! Quando penso que eu vou ser mãe de menino, tenho um arrepio. Mas gosto do desafio. Já me vejo correndo atrás dele pra passar remédio no machucado, ou o chamando 500 vezes pra almoçar, ou implorando que ele e o pai parem de tocar a bendita e barulhenta bateria! E no meio disso tudo espero e acredito que vou conseguir criar um rapazinho de valores morais e princípios bem definidos. Sim, ele será um homem de verdade!!

P.S - Dona doutora me disse durante o exame que minha barriga é uma "delícia" de examinar! E que ela está perfeita!! Ownnn gente, acreditei!!!!

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Nasceu a bebê da Bela !!!

Bom dia Meninas !!!

Algumas (várias) de vocês conhecem a Bela do "Diário da Bela Mamãe" . Então, estou passando pra avisar que a neném dela já nasceu!!
Cheyenne já está com a mamãe, após um longo trabalho de parto. Os detalhes ela mesmo vai postar assim que possível, mas se você for uma leitora dela, ou conhece alguém que seja, pode comemorar!
Vamos desejar que Deus a abençõe grandemente, que Bela, bebê e papai sejam muito felizes na nova vida que vai começar!!

P.S - Belinha, só posso de novo agradecer por ter feito parte desse momento tão lindo que você está vivendo. Obrigada pela confiança, pelo carinho e pela amizade!!! que Cheyenne lhe traga toda a felicidade desse mundo!!!

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Você nem existia e ela já me acompanhava!

Filhote, relendo alguns escritos antigos, mamãe descobriu que essa coisa da ansiedade por você não é nova.
Olha o que eu escrevi no dia 30 de novembro de 2010. Você ainda não estava na barriga da mãezinha, mas já tava fazendo aquecimento pra entrar no jogo!

Olha só :

"Ansiedade, ah ansiedade! Andas de mãos dadas comigo nos últimos dias.

Quanto tempo leva até que eu tenha notícias de você, querido bebê?

Saudade do futuro que teremos juntos. Papai, você e eu!" 
 
 
 

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Mãe é bicho estranho...

"** Mãe é bicho estranho mesmo...basta ver as roupinhas do filhote devidamente passadas e guardadas, a bolsa da maternidade (quase) pronta, ir conhecer a maternidade, relacionar os itens burocráticos que faltam e pronto...a mulher já fica mais calma.
Calma claro, no sentido prático da coisa. No sentido psicológico / físico / emocional calma anda passando longe. Ansiedade reina bela e saltitante!!! **"

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Fotinhos do Chá de bebê !

E vamos desanuviar que hoje é sexta???

Olha umas fotinhas do chá do meu bebê !!


Presentinhos Tricolor Paulista !!!!

Bolo de Fraldas - Que lindo !!!
Fraldas Êhhhhh!!!!!!
Decoração da parede ! A futura mamãe esqueceu de tirar foto da mesa!!!

Sapatinhos !!!!!!!!!!
Cesta de Higiene !!!!
Banheira que a titia deu !!!
Foi muito muito divertido !! Adorei e até agora tou separando presentinhos !!!!

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

"Aproveita pra descansar agora" (????????????????)

Eu queria encontrar fuça a fuça o autor da célebre frase "aproveita pra descansar agora, porque depois......."
Pensa comigo : Você trabalha 08-18 a semana toda. Chega em casa tem que comer, demodus que pra isso tem que cozinhar antes. Tem seus afazeres domésticos pra dar conta (quem tem roupa pra passar se amontoando levanta o dedinho!), tem o enxoval do baby pra lavar, passar, esterilizar e tals...e ainda claro tem um marido que precisa de atenção. Não dá pra deixá-lo a vida toda jogando videogame sozinho. Fora a família, que também merece sua atenção.
E ainda soma-se tudo isso aos seus deveres rotineiros, que nem preciso citar ninguém merece tantas lamúrias particulares e claro a própria condição gravídica. Você se cansa facilmente, os pés incham, ficar de pé muitas horas doi, sentar, levantar, tudo doi. Tem inúmeras consultas com seus médicos consumindo outro tantão do seu tempo. Enfim, loucura loucura loucura, como diria Huck.
E ai vem um cidadão, (normalmente cidadã) e manda você aproveitar. APROVEITAR o que gente? A correria? Os pés inchados? A dor nas costas? Ou aproveitar pra entrar em extâse enquanto passa os trilhões de bodies e macacões que o bebê irá usar nos primeiros dias?
Eu sei que tou no meu limite, trabalhando ainda por obrigação mesmo, que tem que ser assim, mas vou confessar, tem dias que tenho vontade de sentar e chorar. Sei lá porque, mas as lágrimas teimam em querer rolar. Não é tristeza, entendam bem...estou plena e realizada. Mas já deu gente...preciso de horas livres. Preciso deitar e descansar. Preciso babar no enxoval do filhote, deixar a malinha dele pronta, escolher a escova de cabelos que ele vai levar na maternidade (é que ele ganhou várias no chá de bebê!). Preciso fazer os brócolis que estão na geladeira, preciso refogar os legumes que cozinhei. Preciso cortar as unhas do pé sozinha. Preciso usar meus vestidos de outrora pra me sentir mulher. Preciso! Preciso! Enfim...preciso que as últimas semanas passem e eu possa parir. Pelo menos aí vou estar tão ocupada que vou esquecer de tanta precisança!!

P.S - Esse festival de reclamação justifica o fato de não ter publicado as fotos do Chá ainda???? Foi mal gente...elas já estão no computador, só falta mesmo publicar!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

E como foi o Chá de Bebê!

Então que sábado foi o chá do meu filhote! Sucesso galera!!! Acabou indo mais convidadas do que achei que iriam, reuni amigas de vários momentos de minha vida, familiares queridas, uma festa de verdade!
A ideia original de espalhar a mulherada no quintal que é mais espaçoso não rolou, pois o tempo resolveu fechar no sábado e choveu! (meleca viu....). Mas demos um jeitinho e ficou mulher saindo pelo ladrão na sala, rs!
Eu tive que "adivinhar" quem deu cada embrulho de um montão de presente! Errei tudo, mas não teve castigo nem nada, que acho essas coisas uó! Foi só risada mesmo a cada embrulho que eu errava era uma festa! Fizemos um "super bingo" de uns utensílios de cozinha que foi uma bagunça também!!
No fim, todo mundo se divertiu, confraternizou, comeu gostosuras, riu, bagunçou, deu presentinhos (que filhote amou...ele que me disse).
Foi muito bacana mesmo!
Como já disse hoje, Menção Honrosa pra minha irmã e mamily que se esforçaram muito pra essa festa acontecer! Se não fosse o incentivo delas, eu nem teria feito. Prontofalei!!!
Agora vou criar vergonha na cara baixar as fotos e logo mais ponho algumas aqui pra vocês ok?

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Notinhas pra atualizar !!!

Tá difícil de postar, de ficar on na net. E vou te falar viu...que vício esse de internet!! Estou numa tremenda crise de abstinência! Saudade dos bloguinhos amigos, do Facebook, dos e-mails...mas por ora tem que ser assim meu povo!! Então, perdoem a ausência nos respectivos espaços!! Vou lá correndo assim que puder!!!
Mas vamos em frente...
* Então, eu sempre dizia que dormia bem mesmo com o barrigão e mesmo acordando de 2 em 2 horas! Rá!! Isso já é passado! Agora deitar é um exercício de paciência, virar-se na cama doi, pesa, como pode isso??? até domingo ia tudo bem, agora parece que a barrigola dobrou de peso!
** Certeza que filhote ontem tava tentando fugir usando meu umbigo como rota de fuga. Sim, porque o que sobrou do umbigo (leia-se uma carne mole e saltada HORRENDA) pulava feito pipoca. Filhote desferia golpes certeiros nele e como doia! Esse pequeno tá achando que sair pelo lugar natural, ou abrir um rasgo em 7 camadas de pele é para os fracos. Ele quer aventura!! Não, filho, pelo umbigo não dá!! Tem que vir ao mundo pelas vias naturais!!
*** Ainda ontem eu estava testando o Sling. Coloquei umas toalhas dentro pra simular o bebê e regular a altura. Na verdade queria saber se daria pras pessoas ver o rostinho dele de fora. - Pra quer você quer saber isso? - perguntou marido. - Ora, pra dizer pras pessoas que não, elas não podem pegar ele no colo porque ele está dormindo! - RáRáRá!! Possessiva eu? MAGINA!!!
**** No meu kit de higiene vai ter álcool gel! Litros dele!! É normal ou eu sou norótica? Enfim, seja lá o que for, vai ter.
***** O Chá do bebê é sábado! Estamos nos preparativos finais!! Depois, conto os detalhes!!!
****** O Baby Center já tinha avisado, e eu acho que devo estar impressionada com essas leituras! Ou isso ou eles sabem mesmo o que me acontece. Tinha dito no boletim dessa semana (33) que as contrações de treinamento iriam aumentar. Pela Misericórdia!!! Ontem eu quase pedi arrego! Aumentaram e muito!
Então é isso, de concreto mesmo, nada!!  

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Amizade, um bicho estranho!

Daí que hoje é dia do amigo. E eu fiquei a pensar como amizade é uma coisa estranha. Euzinha nunca fui assim digamos "popular". Franzininha metida a nerd (que na minha época era chamado de CDF - nem me pergunte o que significa a sigla, rs) sempre fui de poucos porém fiéis amigos. Alguns estão comigo desde sempre, fica até difícil lembrar do "antes da amizade".
Isso ficou claro há poucos dias enquanto fazia a lista de convidadas do meu Chá de Bebê. Comecei a separar a coluna "amigas" (sim, eu sou metódica e separei a lista por setores). Da adolescência pra cá, quantas amigas ainda estão presentes na minha vida!! Amigas do ginásio, do colegial, do trabalho, da faculdade, da igreja, amigas de toda uma vida. Foi isso que concluí. Porque os lugares que frequentamos podem mudar. Mas as amizades vão permanecendo mesmo que o contato seja difícil e ver cada uma delas seja complicado. Afinal cada uma segue por um caminho. Com trabalho, filho, marido, estudos, enfim, cada uma escreveu uma história e é normal que a rotina nos separe.
Mas estamos ali. Ao alcance de um telefone ou de um e-mail. De um recado no facebook, de um olá no MSN. E viva a era da Internet. Que nos permite estar perto mesmo estando longe.
E falando nisso, entro em outro segmento de amigas. O virtual. O que é esse montão de moças que encontram o blog de alguma forma e passam a fazer parte de nossas vidas? Dividem nossas alegrias e angústias e as vezes estão mais próximas de nós do que as pessoas de nossa vida real. Trocamos confidências com meninas que estão do outro lado do mundo! Eu acho isso mágico e fantástico! Fico feliz de cultivar amizades virtuais. Feliz de viver na era da tecnologia. Porque né...eu nasci na época do orelhão de ficha. Ter telefone em casa era luxo, computador então...o que era mesmo? E poucos anos depois, olha eu aqui, conversando com pessoas que nem conheço pessoalmente, trocando ideias em tempo real. E pensar que cheguei a trocar cartas pelo correio com amigas que moravam no bairro vizinho!!
Então é isso!
Esta reflexão é só pra entrar no assunto do Dia do Amigo. E desejar a todos que por aqui passem um dia maravilhoso. Que você possa lembrar dos seus verdadeiros amigos. Estejam eles perto ou não. O que nos aproxima, tenha certeza disso, é o coração!!! 

Feliz dia do amigo pessoas!!! 

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Só mais uma neura, no meio de tantas...

Esses dias pensava eu com os meus botões (frase de velha) quando de repente me assustei com meu pensamento, e senti até uma fisgada no estômago, de medo mesmo.
Explico:
Eu nunca que fui muito amada por crianças. No geral elas me rejeitam. Dão sorrisinho e bye bye...não curtem meu colo, sei lá que raios acontece. Confesso que criança dos outros pra mim é linda, mas eu nunca fiquei insistindo em pegar, agarrar, apertar as bochechas. Acho de mal gosto com a própria criança. Detesto chegar num lugar e ver a mulherada disputando o filho dos outros a tapa, querendo ver quem pega primeiro, quem tem o colo mais macio! Blé!!!
Daí que comecei a pensar em qual possibilidade de meu próprio-filho-fruto-do-meu-buxo-saliente me rejeitar também. Marido nem deu bola, disse que é loucura. Pensei : E se ele não reconhecer minha voz? Marido riu...e disse que não era possível, e que minha voz é tudo o que ele reconheceria num primeiro momento.
Tá eu até acredito. Mas e se ele achar minha voz insuportável, achar que meu colo não é bom? Faço o que? Sijogodaponti (Né Si ?)? Sento e choro? Dou uma chupeta pro pequeno? Colo uma foto da Encantadora de Bebês no berço dele? Oh gente...que frustrante pensar nisso!!! Que angustiante...pra quem já tem neuras de pencas, mais uma pra coleção! Respirando fundo....respirando fundo...esse é meu mantra pra manter a calma.

P.S 1 - Vesti o meu roupão esses dias e a circunferência barrigal me impediu de fechar o treco em volta de mim! Devo comprar uma lona de cobrir caminhão em breve!

P.S 2 - Tou me empolgando até com o Chá de bebê!! Convites quase todos entregues!! Amiguetes confirmando!! Quero só ver!!

P.S 3 - Lavar as primeiras roupitchas do bebê foi lindo! Mas ganhei uma dor nas costas! Então descobri que máquina de lavar é nossa amiga forever!! Use sem dó! Rá!

P.S 4 - Mesmo em lugar provisório já temos a comôda do baby montada. Ou isso ou eu botava um ovo de ansiedade! 

Acho que por enquanto é só... 



sexta-feira, 15 de julho de 2011

Chá de Bebê !!!!


Imagem : Google

Depois de muito pensar e quase desistir (já contei que não gosto de dar festas pra mim mesma? Pois é, numgosto.) acabei decidindo por fazer um Chá de bebê. Afinal a mulherada da família e as amigas acabam querendo algo pra farrear, comemorar o bebê, então nada mais justo. Cedi. E até me animei. Estamos na fase da entrega dos convitinhos, já comprei umas coisinhas pra decorar a festinha, e comecei a pensar nas brincadeiras que faremos. Sim, porque aquelas coisas de antigamente em deixar a grávida pagando mico no meio da roda não são pra mim. Por essas e outras que quando casei não quis chá de cozinha. Então estou caçando brincadeiras legais e saudáveis que proporcionem boas lembranças em mim e nas convidadas.
Já pesquisei algumas e porei em prática. E vocês queridas barrigudas, não-barrigudas, simpatizantes e afins? Fizeram Chá ? Vão fazer ? E como divertir o povo??? Ajuda aí, põe ideias na roda!!! Nada de meleca de batom na minha barriga, please! nem peças de roupa como castigo!!!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

São bolinhos ou contrações de treinamento (B.H)?

Quando eu estava lá pelo 5º mês ( + - né? 20 e poucas semanas) as pessoas me perguntavam se o bebê já fazia "bolinhos" e me davam aula : "ele fica todo durinho de um lado só da barriga, você sente ele e doi né?"
Hã! Tá! Não sei. Não sentia isso. As mexidinhas eram a coisa mais gostosa do mundo, não doiam. Na dúvida, ora eu dizia que sim, eu sentia, ora não, dependia da pessoa. Ah, sei lá, o que seriam ao certo os tais bolinhos.
Bom, isso tudo é passado. Hoje, bebezinho está bem forte e vigoroso. Suas mexidas não são mais tão sutis. As vezes penso que são cabeçadas mesmo, junto com joelhadas, cotoveladas e afins. Algumas doem sim. Mas agora, com 31 semanas as tais contrações de treinamento já deram as caras. E eu tou bem achando que os tais bolinhos que o senso comum tanto fala são na verdade as contrações de treinamento. Porque só pode ser. (quer dizer, sei lá...certeza mesmo não tenho).
Daí fiquei pensando sobre isso. Momento bobagem total ativar.  Veja bem, as C.Ts endurecem a barriga, os "bolinhos também". As C.Ts não chegam a ser doloridas, mas a gente sabe que está sentindo. Tal qual os bolinhos, que muitas vezes são incomôdos, tipos te fazendo perder o ar, ficar meio envergada, até o "bebê relaxar" dentro de você, mas né??? Não é dor propriamente.
Sei lá...e vocês, mães mais experientes? Bolinho é mesma coisa que as famosas contrações de Braxton-Hicks, vulgo contrações de treinamento?
Se forem, SIM PESSOAS!! MEU BEBÊ FAZ BOLINHOS!!!! Rá!!!!