quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Como diria Kátia: "Não está sendo fácil!"

As coisas não andam fáceis por aqui. Bebê anda num ritmo frenético de mudanças que estão me deixando louca. Em alguns momentos dá vontade de sair gritando e correndo pela rua. 
Eu não sei se o problema é a criança ou a mãe. Já não sei mais onde termina um e começa outro. O fato é que estou muito angustiada por ficar em casa o dia todo. A rotina de "dona de casa + mamãe" não me deixa feliz. Pronto, falei. É isso. Que Deus me perdoe se for pecado. Mas eu me sinto frustrada. Pequena, incapaz. Incompleta. Já deixei de ler blogues de mães felizes porque fico me achando uma aberração. Muitas vezes eu protelo a saída da cama. Porque sei que quando acordar, acabou o sossego. Tal qual cachorro, vou correr atrás do rabo o dia todo. Nem bem cuido da criança, nem bem cuido da casa. Tudo fica mal feito. Eu gosto da minha casa organizada, mas hoje ela passa longe disso. Lavar a louça da pia é uma tarefa pra mais de uma hora. E isso com um bebê pendurado na perna, se debatendo na cozinha minúscula. O Patati & Patatá aparece tanto na minha TV que me dá vontade de tacar um sapato nela. Pra ver se eles somem de uma vez. Mas reconsidero. Eles pelo menos fazem a cria ficar 10 minutos entretida. 
Nos últimos dias bebê está particularmente irritado. Não tem motivo aparente, (só mesmo um dente novo apontado) mas está agitado, não dorme, quando o faz, é na minha cama. Acorda 20 vezes, chora, não quer comer, só quer ficar nos braços. Li sobre um salto de desenvolvimento próximo da semana 64, ou algo em torno dos 15 meses. E adivinha quem fará 15 meses segunda-feira, dia 10? O próprio. Espero que seja só um pico mesmo. Uma fase. Porque eu estou exausta. Desistindo de verdade de pensar na ideia de outro filho. Fico achando que decidi pelo primeiro filho velha demais. Deveria ter tido antes, quando tinha mais paciência. Mas sei lá....paciência nunca foi meu forte. Acho que nunca vai ser. 
Hoje, tá tudo confuso. Tá bom não. 
Eu não decidi ainda sobre o que é esse texto. Acho que sobre nada. Só um amontoado de reclamações. Que dentro de alguns dias, vão me causar vergonha. Estou escrevendo sem pensar. Sem conferir. Pontuando de acordo com meus pensamentos. Deixa assim. 

P.S - A Kátia referida no título é uma cantora. Sucesso nos anos 80, cantava uma música com essa frase: "Não está sendo fácil...viver assim..." E não é fácil mesmo...mas quem disse que seria não é????

9 comentários:

  1. Tati, eu tenho três meninos. O mais velho completou 14 anos em novembro, o mais novo fará 11 em março. Essa fase que você está vivendo é bastante desgastante. A criança nos suga o físico e o intelecto. Provavelmente por isso a sua catarse. Mas isso dura coisa de mais um ano ou dois. Eles crescem rápido. Quando a gente menos espera estão falando das garotas da escola.
    É muito natural que se sinta assim e seu texto demonstra que logo seu emocional vai melhorar. São fases. A gente passa por elas. Parabéns por sua sinceridade e bons textos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo,
      como é bom ver vc por aqui! Ai...eu acho que qdo Pedro Lucas me trocar pelas garotas eu vou ter outra crise! Rssssss.....já me vejo tendo crises de ciúmes!!! obrigada viu!!!!

      Excluir
  2. Tati, minha amiguinha, vou te contar uns segredos. Eu tive Caio aos 20 anos e tb ficava super irritada, ou seja, nada a ver com a idade da mãe. Numa época muito bizarra (sem grana e talz), moramos com a minha mãe. Eu ficava tão cansada que FINGIA estar dormindo de manhã só pra minha mãe ficar uma horinha com Caio e ele não me ver! Não é fácil mesmo essa vida. Não acredito na felicidade plena nessa vida. Tô pessimista? rs Eu acho que o grande problema é a gente não se concentrar na criança porque tem que cuidar da casa. Uma dica: desencana um pouco com a casa. Deixe a louça suja, por mais que isso te deixe nervosa, enquanto o PL estiver querendo sua atenção. Tente fazer as coisas enquanto ele estiver dormindo à tarde. Se ele não dormir, não faça! Sim, sua casa vai virar um chiqueirinho, mas relaxa... Sobre cama compartilhada, se isso lhe fizer descansar, deixe ele dormir na sua cama sim! Sou a favor de tudo que amenize o "sofrimento" da mãe. Juro que se a gente morasse perto, eu ficaria com PL pra vc fazer suas coisas. Ficaria sim. :D
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Dany....como é difícil essa coisa de maternar né não? Desencanar é a palavra-chave pra mim! Em vários aspectos! Rs! Vc é uma fofa, mas já disse isso!!!!
      bjobjo

      Excluir
  3. Talvez você já conheça, mas segue o poema "Enjoadinho", de Vinícius de Moraes.

    Filhos... Filhos?
    Melhor não tê-los!
    Mas se não os temos
    Como sabê-lo?
    Se não os temos
    Que de consulta
    Quanto silêncio
    Como os queremos!
    Banho de mar
    Diz que é um porrete...
    Cônjuge voa
    Transpõe o espaço
    Engole água
    Fica salgada
    Se iodifica
    Depois, que boa
    Que morenaço
    Que a esposa fica!
    Resultado: filho.
    E então começa
    A aporrinhação:
    Cocô está branco
    Cocô está preto
    Bebe amoníaco
    Comeu botão.
    Filhos? Filhos
    Melhor não tê-los
    Noites de insônia
    Cãs prematuras
    Prantos convulsos
    Meu Deus, salvai-o!
    Filhos são o demo
    Melhor não tê-los...
    Mas se não os temos
    Como sabê-los?
    Como saber
    Que macieza
    Nos seus cabelos
    Que cheiro morno
    Na sua carne
    Que gosto doce
    Na sua boca!
    Chupam gilete
    Bebem shampoo
    Ateiam fogo
    No quarteirão
    Porém, que coisa
    Que coisa louca
    Que coisa linda
    Que os filhos são!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto tempo eu não lia isso!!! obrigada Marcelo!!!!

      Excluir
  4. Oi Tati, tudo bem? Menina, demorei mas cheguei! Desculpe a demora em visitar seu novo blog. Tati, se vc não está feliz dessa forma, vai atrás do que te deixa feliz. Sei que vc já deve estar procurando um emprego, mas vc se sentir dessa forma não torna vc uma aberração ou uma péssima mãe/esposa. Pelo contrário! Acredito que seu marido e seu filho querem te ver feliz, independente se vc fica em casa ou não. As pessoas são diferentes e o que pode me deixar feliz, pode ser a mesma coisa para vc! E se tá complicado conseguir um novo emprego, tenta fazer algo que possa aprimorar seu currículo, tipo um curso... essas coisas! Vc é inteligente e esperta, tenho certeza de que vai encontrar a saída para esse sufoco. Estamos aqui se precisar de ajuda. bjo e bom domingo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ich! Que bom te ver aqui!!!
      Sabe, eu ainda não comecei a procurar emprego de fato...tenho umas coisas pra fazer no início de 2013, então estou esperando um pouco. Mas sim, marido apoia meu retorno, bebê eu já acho que não apoia muito, rs!!! obrigada pelos conselhos amiga, bom demais vc comentar viu???

      Excluir
  5. Oi querida, vim te ver, fiquei imensamente feliz em te ver por lá e ai a saudade bateu forte....
    bem... o fato de ver vc por lá, ja me alegra, significa que vc encontrou um tempinho...
    Esse texto.... ai esse texto...
    Creia amiga, não muda.... Muda as fases, mas continua igual...
    No momento sinto assim tbém, entediada de ficar em casa por conta de filhos, marido, case e no meu caso (+ um ser, a mãe idosa)...
    Recentemente, meu marido teve uma anemia Hemolitica, ficou internado, tomou 3 bolsas de sangue, fez mais de 45 exames, e até hoje não sabemos o que é... como no particular tava ficando muito caro pra nós (Sim, ele nunca quiz fazer parte do plano de saude, sempre achou que nunca iria precizar e que era dinheiro jogado fora) e conseguimos no HC de Goiania, que pediu novamente TODOS os exames e mais alguns... e ja começaram a virá-lo do avesso... não bastasse isso, foi demitido ( começou noutro emprego com salário menor) e MAIS... (vc vai entender o que falo) Tivemos que mudar de igreja juntocom a maioria dos membros, e foi um pouco para cada banda, e ainda estamos perdidos... agora pensa? tá fácil para essa mulher que vos fala? Uma mulher que já chegou ganhar R$ 3.400,00 por mês? (aqui esse é um slário muito bom)... portanto minha amiga, de CORAÇÃO PROCURE SER FELIZ COM O QUE TEM PRA HOJE... ser mão nunca foi e não é fácil, apesar de prazeroso... Leia proverbios 31 e medite.

    Beijos

    ResponderExcluir

Vamos lá, comente! Trocar ideias não custa nada!