quarta-feira, 20 de junho de 2012

Um roedor em ação!

Agora que os dentinhos saíram de vez acho que bebê merece subir um degrau. Chegou a hora dos pedaços. Neste momento ele rói deliciosamente um pedaço de maçã. Docinha e suculenta (eu sei porque comi uma metade...Rá!).
Eu confesso que meio paranoica que sou já tentei umas 3 vezes tirar o pedaço de fruta do moleque e lavar. Porque ele deixa cair em cima do edredon várias vezes. Mas ele não concorda muito em largar pra lavar não. Tá ali com a boquinha toda trabalhada na caquinha de maça. 
Lagriminhas de emoção por mais um marco de independência. Será o fim da maçã cozida e servida de colherzinha? Oh céus...
Sabe o que é mais fofo? Ele oferecer a fruta pra mamãe. E fica feliz quando eu finjo que tou mordendo também. 
Meu pequeno gênio crescendo...e na falta de assunto pra este blog, fica registrado o primeiro pedaço de maçã. 

(P.S - Sei que muita gente acha tarde - ele já tem 9 meses - mas eu considerei que não é necessário apressar o crescimento. Não permiti pedaços de nada enquanto não saísse os dentes. A pediatra apoiou e considerou correto.) 

4 comentários:

  1. Tatinha,

    Mae sabe o que eh melhor para seu filho. Se vc achou melhor assim ponto pra vc!!!

    Cheyenne tem 4 dentinhos e ja morde muita coisa, mas so fui dar pedacinho de carne ha alguns dias... e mesmo assim dou quase mastigando pra ela...kkk

    ResponderExcluir
  2. Tati... fique tranquila! Cada mãe faz o que considera melhor para os seus filhos. A Luisa está com 10 meses e eu ainda tenho receio de dar as coisas na mão dela para ela se virar. É porque ela morde pedaços muito grande e tenho medo de ela engasgar... são coisas de mãe. Porém, ela come numa boa a comida com pedaços de alimentos...Esses nossos bebês são um orgulho né. bjo

    ResponderExcluir
  3. Tatinha, achei tão lindo esse post...quem disse que isso é falta de assunto???? imaginei a cena, ele te dando um pedacinho de maçã...ehhe...beijocas!

    ResponderExcluir
  4. Eu viiiii! Eu vi esses dentinhos fofos!

    ResponderExcluir

Vamos lá, comente! Trocar ideias não custa nada!