sábado, 30 de janeiro de 2010

Artesanato Juvenil???

Há muitos anos atrás, lá no século passado, em algum lugar desta selva de pedras vivia uma garota entediada. Suas tardes sozinha em casa a estavam deixando maluca.
Foi aí que sua mãe resolveu matriculá-la em um curso de artesanato, numa escolinha de bairro. A menina aprenderia pintar panos de prato na escola da dona Jane.
Muito empolgadas com a situação, menina e mãe juntas compraram vários panos brancos e uma infinidade de tintas “Acrilex”, pincéis de várias espessuras, chanfrados, redondos, chatos, garota estava se sentindo a “Da Vinci” dos tempos modernos.
Na primeira aula a garota chegou tímida e sentou-se no canto. Era a única com menos de 50 anos na sala. Mesmo assim observou direitinho como fazer o riscado do desenho, fez igualzinho fora mandada. E começou sua arte. Foi aí que percebeu que era impossível se concentrar no trabalho. O motivo? A legião de senhorinhas que não paravam de fofocar sobre o bairro inteiro. Como se a mesa da escola fosse do chá da tarde elas tricotavam sobre tudo e todos. A menina se esforçava, mas não conseguia a concentração necessária. As velhinhas ficavam em polvorosa enquanto pintavam.
Algum tempo depois ela já contava com três panos de prato lindamente pintados e assinados por ela. Dois de frutas e um de flores. Mas aí ela não agüentou mais. Sumiu das aulas. Pois já andava sonhando com as velhinhas fofoqueiras do artesanato.
E os panos que ela pintou?
Estão num museu de Londres e valem milhões. São verdadeiras obra de arte, viraram relíquias da pintora de três panos.

8 comentários:

  1. Nossa... Que história é essa???

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Nossa! Que histórias fantástica Tati!
    Adorei!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Uma das minhas frustrações é não saber desenhar! rs...

    ResponderExcluir
  4. Oi Tati, obrigado pelo comentário lá no blog...
    as pessoas não entendem mesmo neh?
    Bem, como eu falei num post anterior, respeitar eu respeito, inclusive tenho amigos que são assim, mas isso naum quer dizer que devemos concordar neh?
    Ah fiquei revoltada com o comentário da mulher, fui no blog dela e coloquei meu ponto de vista e expliquei sobre o que a biblia fala sobre Deus amar os homens e sobre o pecado e o fato que mais me indignou, pois como posso continuar no pecado quando deveria nasrcer de novo. Homossexualismo é pecado e DEus perdoa o pecado quando há verdadeiro arrependimento, mas o arrependimento deve vir com mudança de vida então como explica poder ser gay e cristão. Isso é impossível e me revoltou sim! E acho que ela por naum conhecer bem a palavra naum entendeu, entaum fui lá e expliquei...
    ESpero naum ter comprado uma briga neh? o.0
    Te adoro e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  5. Mas me diz... que história é essa da menina pintora?
    rsrsrrsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Ai que lindo! Adorei saber! hehehehe
    Fico até imaginando as pinturas da garota! hehehehe

    ResponderExcluir
  7. adorei a história, Tati!
    qnt tempo, não?
    beijos!

    ResponderExcluir

Vamos lá, comente! Trocar ideias não custa nada!